quinta-feira, 30 de outubro de 2008

New Deal, uma saída para a crise?








1933: Roosevelt presidente

No dia 4 de Março de 1933, Franklin Delano Roosevelt tomou posse na Presidência dos Estados Unidos.
No início da década de 30, a economia norte-americana ainda sofria as consequências da grande depressão, iniciada com o colapso da Bolsa de Valores de Nova York, em 1929. A estagnação económica foi decisiva na sucessão presidencial de 1933, quando o candidato republicano à reeleição, Herbert Hoover, foi derrotado pelo democrata Franklin Delano Roosevelt.
Hoover não conseguira parar o processo de empobrecimento geral da população. A situação era crítica: 15 milhões de desempregados viviam da assistência social; milhões de agricultores empobrecidos e endividados; o sistema bancário arruinado. O Estado precisava urgentemente criar novos empregos.

Medidas para sair da crise
Assim que assumiu a Presidência, a 4 de Março de 1933, Roosevelt começou a por em prática uma série de medidas que transformaram radicalmente o perfil social dos Estados Unidos. Iniciou um amplo plano de recuperação da economia chamado New Deal.
O plano, proposto por políticos progressistas, administradores e assessores do presidente, previa a intervenção do Estado na economia (o que era impensável nos EUA) sendo aprovado pela maioria esmagadora do Congresso. Com carácter emergência, o dólar foi desvalorizado em 50% e foram aprovadas leis para aliviar as dívidas dos agricultores e proprietários de imóveis. A Lei Agrícola de Março de 1933 previa acabar com a produção de excedentes por meio de subsídios.
A Lei de Recuperação da Indústria Nacional, do mesmo ano, protegeu os interesses dos empresários, mas também estabeleceu limites de produção e preços, determinou o horário diário máximo de trabalho e criou o salário mínimo. Em Dezembros de 1933, foi abolida a Lei Seca e normalizado o funcionamento da indústria de bebidas. Uma lei de 1935 regulamentou as relações de trabalho, estabeleceu a liberdade de organização sindical e garantiu o direito de greve.
No primeiro trimestre do programa de garantia de trabalho, que criou medidas de protecção social mínima, foram construídos ou restaurados 400 mil quilómetros de estradas, 40 mil escolas e contratados 50 mil professores.
Foram construídos mais de 500 pequenos aeroportos, instalados mais de 3,5 milhões de metros de canalização de água e esgoto, praças e pavilhões desportivos em todo o país.
A criação de emprego possibilitou a melhoria das condições de vida e criou algum poder de compra que reactivou, lentamente, a economia americana.
O primeiro New Deal (1933 – 35) conseguiu parar a crise bancária e recuperar a confiança pública. Um segundo Deal (1935–38) tornou-se necessário. Nesta fase, foram aprovadas, entre outras, a lei de segurança social, de Agosto de 1935, que criou os seguros desemprego, invalidez e velhice e garantiu aos trabalhadores o acesso à casa própria.
A expressão New Deal foi usada por Roosevelt em seu discurso de 1932, quando aceitou a indicação para concorrer à Presidência. A verdadeira recuperação da economia dos EUA só viria durante a Segunda Guerra Mundial, com o aumento da produção de armas.


Enumere as medidas do New Deal para resolver a falta de emprego.
Compare a situação de vida dos americanos antes e depois do New Deal. Utilize as imagens para exemplificar.
www.dw-world.de (adaptado)

13 comentários:

Anónimo disse...

Após a tomada de poder por Franklin Roosevelt, nos(EUA)em 1933,ele lançou o chamado New Deal.
Os objectivos eram resolver o problema de desemprego e aumentar o poder de compra da população,de forma a relançar o consumo e,consequentemente,a produção.para alcançar esses objectivos foi necessário tomar algumas medidas.
Das quais se destacam:

-Intervenção do estado na economia;

-concessões de subsídios às empresas em dificuldades;

-financiamento de grandes obras públicas como(estradas,barragens,escolas, aeroportos, praças e pavilhões desportivas por todo o país, etc.);

-limitação da semana de trabalho a 40 horas para proporcionar novos postos de trabalho;

-melhoria do poder de compra dos assalariados através de medidas socias, como o salário mínimo ou subsídio de desemprego;

-em 1935,regulamentou as relações de trabalho,estabeleceu a liberdade de organização sindical e garantiu o direito á greve;

-existencia de água canalizada e esgotos;

Essas medidas possibilitaram a criação de novos empregos,e a reabilitação dos bancos.melhorando desse modo a qualidade de vida da populaçao. com essas medidas conseguiram ultrapassar com o tempo, as crises causadas pelo "crash da bolsa de Nova Iorque"recoperando assim,da depressão dos anos 30.
Para terminar gostava de relembrar que actualmente os EUA,é uma das principais potências mundias,e essa situação de crise nunca mais se voltou a verificar nesse País.

Leopoldina Sá

Anónimo disse...

Miguel Andrade 11ºD
Enumeração das medidas do New Deal para resolver a falta de emprego.

1)o dólar foi desvalorizado em 50%2)foram aprovadas leis para aliviar as dívidas dos agricultores e proprietários de imóveis.
3)A Lei Agrícola de Março de 1933 previa acabar com a produção de excedentes por meio de subsídios.
4)A Lei de Recuperação da Indústria Nacional, do mesmo ano, protegeu os interesses dos empresários, mas também estabeleceu limites de produção e preços, determinou o horário diário máximo de trabalho e criou o salário mínimo.
5)Em Dezembro de 1933, foi abolida a Lei Seca e normalizado o funcionamento da indústria de bebidas.
6)Uma lei de 1935 regulamentou as relações de trabalho, estabeleceu a liberdade de organização sindical e garantiu o direito de greve.
7)No primeiro trimestre do programa de garantia de trabalho, que criou medidas de protecção social mínima, foram construídos ou restaurados 400 mil quilómetros de estradas, 40 mil escolas e contratados 50 mil professores.
8)Foram construídos mais de 500 pequenos aeroportos, instalados mais de 3,5 milhões de metros de canalização de água e esgoto, praças e pavilhões desportivos em todo o país.

O New Deal, foi sem dúvida muito bom para a saída da crise dos anos 30, as suas medidas foram extremamente benéficas para os americanos, temos o exemplo das imagens..

Anónimo disse...

Quando Roosevelt tomou o poder, os EUA encontravam-se ainda no rescaldo de uma grande depressão que gerou grandes quebras na economia. Para restaurar a economia, Roosevelt propôs então o “New Deal”, em que o Estado investiria em medidas sociais como o subsídio de desemprego, o salário mínimo e em criar mais emprego para a população. Estas medidas levariam ao aumento do rendimento da população, o que por sua vez levaria ao aumento da compra de bens de consumo. Ao haver um maior consumo, haveria uma maior necessidade de produção industrial, encontrando-se aí mais emprego, havendo novamente como que um ciclo vicioso para uma recuperação após a grande depressão. Foram ainda concedidos subsídios ás empresas em dificuldade, houve um financiamento de grandes obras públicas como barragens, estradas e escolas com o objectivo de também criar mais emprego; estipulou-se uma limitação da semana de trabalho para 40 horas.
Com o New Deal, a qualidade de vida da população teve visíveis melhorias (como se pode concluir ao observar a primeira imagem) e foi possível criar novos postos de trabalho (segunda imagem).

Nº7 11ºE

Anónimo disse...

Diana Neves 11ºD


A superação da crise veio com reformas políticas que reformularam o papel do Estado nas economias capitalistas. O New Deal, novo plano idealizado pelo presidente norte-americano Franklin Roosevelt, acabou com o liberalismo econômico. A partir de então, o Estado teve um papel fundamental na organização da economia e da sociedade. Roosevelt ocupou a presidência dos Estados Unidos de 1933 a 1945. Foi eleito quatro vezes pelo Partido Democrata. No início de seu mandato, tentou superar a crise reativando a vida econômica do país. No período conhecido como os Cem Dias, o presidente adotou medidas de urgência:

1. fechou os bancos que estavam em crise;
2. proibiu a exportação e o entesouramento de ouro;
3. realizou uma profunda reforma no sistema bancário.



Em maio de 1933, decretou a reforma agrária, por meio do Ato de Ajustamento Agrícola. A finalidade do ato era reduzir a produção de excedentes agrícolas visando à manutenção do nível de preços: a partir de então, o Estado passou a comprar os excedentes agrícolas. Nesse mesmo mês, Roosevelt criou um núcleo de planejamento regional no vale do rio Tennessee, integrando indústrias, hidrelétricas, reflorestamento e irrigação. A construção de obras públicas estimulou a recuperação da economia. Um acordo com os empresários fixou preços e estabeleceu limites de produção. Os trabalhadores foram beneficiados com a regulamentação da jornada de trabalho e do salário mínimo.

Anónimo disse...

As medidas do New Deal para resolver a falta de emprego foram: a determinação de horário diário máximo de trabalho e salário mínimo, normalização do funcionamento da indústria de bebidas, regulamentação das relações de trabalho, liberdade de organização sindical e direito à greve, criação medidas de protecção social, restauração de estradas, escolas e colocação de professores, construção de aeroportos, instalação de canalização de água e esgoto, praças, pavilhões desportivos, criação de seguros de desemprego, invalidez e velhice e acesso a casa própria.

A situação dos americanos antes do New Deal era crítica em que 15 milhões de desempregados viviam da assistência social, milhões de agricultores empobrecidos e com muitas dívidas. O sistema bancário estava arruinado. Quando Roosevelt assumiu a presidência, em 1933, começou a pôr em prática medidas que transformaram os Estados Unidos. O plano que continha estas medidas tinha o nome de New Deal. Após a implementação desse plano, o desemprego diminuiu e a criação de novos empregos possibilitou a melhoria das condições de vida dos americanos e o poder de compra aumentou, reactivando a economia americana.

Ana Filipa, 11ºE

Glória Rodrigues disse...

Diana utiliza nas suas respostas textos escritos em português do Brasil. Copiar e colar não chega. Pelo menos tratar a ortografia do texto. Mas o melhor é fazes um resumo pessoal

Anónimo disse...

As medidas do New Deal para a resolução da falta de emprego forma: a Lei de Março de 1933, que pretendia acabar com a produção de excedentes por meio de subsídios; a Lei de Recuperação da Indústria Nacional, que ofereceu protecção dos interesses dos empresários e fixou limites de produção e preços, determinou o horário máximo de trabalho e criou o salário mínimo; e foi também abolida a Lei Seca, o normalizou a indústria de bebidas.
Estas medidas foram cruciais para o melhoramento das condições de vida da população, na medida em que foram criados novos empregos para que fosse minimizada a pobreza daquela população.

Nº2
11ºE

Anónimo disse...

A superação da crise chegou com as reformas políticas.
O New Deal -novo plano idealizado pelo presidente norte-americano Franklin Roosevelt- acabou com o liberalismo.
A partir daí, o Estado teve a organização da economia e sociedade.
Roosevelt, ocupou a presidência dos Estados Unidos, foi eleito quatro vezes pelo Partido Democrata, onde quis superar a crise da vida económica.
No período conhecido como "os Cem Dias", o presidente tomou medidas, tais como:

* Fechou bancos presentes na crise;

* Proibiu exportação e entesouramento do ouro;

* Realizou profunda reforma no sistema bancário.


Em 1933, decretou reforma agrária, pelo Ato de Ajustamento Agrícola, pretendis reduzir produção de excedentes agrícolas ao nível de preços.
O Estado passou a comprar excedentes agrícolas.
Roosevelt cria núcleo de planejamento regional, integrando indústrias, hidrelétricas, reflorestamento e irrigação.
Houve construção de obras públicas que recuperou a economia.
Fixaram-se preços e os trabalhadores foram beneficiados com regulamentação do trabalho e salário mínimo.

Ana fonseca
11º D

Anónimo disse...

Para resolver a falta de emprego, foram tomadas medidas do New Deal que melhoraram as condições de vida da população, pois também foram criados empregos para diminuir a pobreza da mesma. As medidas foram: a abolição da lei seca, que veio normalizar a indústria das bebidas, foram implementadas algumas leis como a Lei de Março (acaba com a produção de excedentes), e a lei de recuperação da indústria nacional (que ofereceu protecção dos interesses dos empresários e limitou a produção e os preços)


Ines santos Nº13, 11ºE

daniel disse...

A única coisa da qual devemos ter medo é do próprio medo.
Franklin Roosevelt

Para resolver a falta de emprego, o New Deal proporcionou a elaboração de uma série de obras públicas, garantindo assim trabalho. Entre as obras constavam, além da construção de aeroportos, a canalização de água potável e a construção de estradas, o restauro de uma serie de escolas, garantindo emprego a 50 mil professores. Na imagem da direita, um fresco do New Deal, podemos tirar conclusões desse mesmo desenvolvimento, onde surgem o operário e o agricultor, juntamente com todo o progresso tecnológico e cientifico das décadas de trinta e quarenta.
Entre os anos de 1935-38, um segundo New Deal veio, por fim, normalizar a situação do emprego. Foram aprovadas novas leis, tais como: a lei de segurança social, criando os seguros de desemprego, invalidez e velhice, garantindo aos trabalhadores o acesso à casa própria. Mais tarde, durante a segunda grande guerra, as fábricas de armamento ofereceriam mais postos de trabalho.
A desvalorização do dólar aliviou as dívidas dos agricultores e proprietários de imóveis, tentando igualmente impedir que muitos proprietários não perdessem as suas terras, já que inúmeros desempregados, que competiam por postos de trabalho nas grandes cidades, eram fazendeiros expropriados das suas casas e terras. A Lei Agrícola de Março de 1933 previa acabar com a produção de excedentes por meio de subsídios.
Importância teve a lei de Recuperação da Industria Nacional, proteger os interesses dos empresários, estabelecer limites de produção e preços, determinar o número de horas de trabalho, e o salário mínimo. Quantos não foram os operários que encontraram na sopa dos pobres o último refúgio para a sobrevivência? O pouco que tinha desapareceu, e ninguém lhes oferecia trabalho, por não terem como lhes pagar.
O ponto alto foi a abolição da lei seca, que impedia o consumo de bebidas alcoólicas. No passado, ao ser introduzida, a lei seca eliminou e tornou ilegais muitos postos de trabalho que se relacionavam com a produção e venda de bebidas alcoólicas, ajudando por sua vez ao aparecimento de organizações criminosas. Ao ser abolida, não só ajudou a criar inúmeros postos de trabalho, como fez diminuir o contrabando nos USA.
Por fim, a criação de emprego possibilitou a melhoria das condições de vida e criou algum poder de compra que reactivou, lentamente, a economia americana, como se pode verificar na primeira imagem, uma piscina onde jovens se divertem, reflecte claramente o crescimento da qualidade de vida, e o fortalecimento de uma classe média enfraquecida. Mas também a série de obras públicas, originadas pela saída da crise.
No fim, Roosevelt podia dizer: Os únicos limites das nossas realizações de amanhã são as nossas dúvidas e hesitações de hoje.

Anónimo disse...

Segunda Questão – Enumeração da medidas do New Deal tomadas para resolver a falta de emprego.

A construção/ restauração de 400 mil Km de estrada, a construção de 40 mil escolas, a contratação de 50 mil professores e a construção de 500 aeroportos foram quatro das medidas do New Deal que de uma forma mais directa influenciaram o aumento do emprego.
Mas foram tambem tomadas outras medidas que não tão directamente influenciaram “ à superação “ da crise .
Tais como : A desvalorização de 50% do dólar ; Aprovação de leis para aliviar as dívidas dos agricultores e proprietários imóveis ; Criação da lei agrícola ( Março de 1933 ) para acabar com a produção de excedentes ; Criação da lei da recuperação da Indústria Nacional ( que consiste em proteger os interesses dos empresários, mas também para estabelecer limites de produção e preços, assim como a determinação do horário máximo de horas de trabalho e a criação de salários mínimos ) ; Abolição da lei seca como forma de normalizar o funcionamento da indústria de bebidas ; Criação de uma lei ( 1935 ) como forma de regular as relações de trabalho establecendo a liberdade de organização sindical e o direito à greve ; Construção de praças e pavilhões desportivos pelos país ; Instalação de 3,5 milhões de m de canalização de água ; Criação da Lei de Segurança Social que deu origemaos seguros de desemprego, invalidez e velhice ; Garantia aos trabalhores de acessoa casa própria.


Marisa Maganinho
11ºD Nº17

Anónimo disse...

Terceira Questão – Compare a situação de vida dos americanos antes e depois do New Deal. Utilize as imagens para exemplificar .

A vida antes do New Deal era miserável . A situação era preocupante, os 15 milhões de desempregados que sobreviviam da assistência social, os milhões de agricultores endividados e o sistema bancária na ruina fizeram com que o Estado tivesse que tomar fortes medidas .
Assim, após Roosevelt assumir a presidência começou a pôr em prática medidas para modificar o modo de vida da sociedade.
Com todas as medidas postas em prática a qualidade de vida da população começou a melhorar . Lentamente, a miséria foi desaparecendo e os privilégios/direitos começaram a surgir.
Assim como a qualidade de vida começou também a surgir e as “ actividades de lazer “ poderam-se “instalar” no dia-a-dia de cada um . Comparando o antes e depois do New Deal as pessoa viviam luxuosamente após o New Deal.

Marisa Maganinho
11ºD Nº17

Anónimo disse...

Em 1933, Roosevelt tomou o poder dos Estados Unidos. A economia norte - americana continuacva ainda a sofrer graves consequências da Garnde Depressão. Roosevelt, assim qe assume a presidência, impôe logo as medidas de "New Deal", para resolver a falta de emprego:
1- o dólar foi desvalorizado a 50%
2- foram aprovadas leis para aliviar as dívidas dos agricultores e proprietários de imóveis
3- a Lei Agrícola de 1933 previa acabar com a produção de excedentes por meio de subsídios
4- a Lei de Recuperação da Indústria Nacional de 1933, protegeu os interesses dos empresários e também estabeleceu limites de produção e preços, determinou o horário diário máximo de trabalho e criou o salário mínimo
5- em Dezembro de 1933 foi abolida a Lei Seca e normalizado o funcionamento da indústria de bebidas
6- uma Lei de 1935 rgulamentou as relações de trabalho, estabeleceu a liberdade de orgabização sindical e garantiu o direito de greve
7- no primeiro trimestre do programa de garantia de trabalho, criou medidas de protecção social mínima, foram construídos ou restaurados 400 mil quilómetros de estradas, 40 mil escolas e contratados 50 mil professores
8- foram construídos mais de 500 pequenos aeroportos, instalados mais de 35 melhões de metros de canalização de água e esgoto, praças e pavilhões desportivos em todo o país.

Com o "New Deal", a vida dos americanos teve rendimentos positivos,principalmente nas condições de vida de cada um(primeira imagem), fazendo com que se ultrapassa-se a crise de desemprego, com a crição de postos de trabalho, ou seja, existência de mais mão de obra (segunda figura).
Sem dúvida qe o plano de recuperação da economia trouxe uma enorme melhoria a todos os níveis na vida destes americanos.

Ana Cordeiro nº4 11ºE